Endereço

Universidade Federal de Viçosa

DCM – Departamento de
Comunicação Social

Tel: (31) 3612-7200

Prédio do CCH II
Av. Peter Henry Rolfs, s/n
Campus Universitário
36570-900 – Viçosa – MG – BR

Informativo

Mulheres produziram trabalhos da COM premiados no SIA/UFV – categorias Ensino e Extensão

O Simpósio de Integração Acadêmica da UFV (SIA) divulgou a lista de trabalhos premiados na edição de 2021, ocorrida virtualmente em outubro do ano passado. Dois trabalhos orientados por professoras do DCM e apresentados por alunas de Comunicação Social – Jornalismo, foram premiados, nas categorias Ensino e Extensão, respectivamente. Com esses prêmios de Honra ao Mérito, o DCM presta a merecida homenagem no Dia Internacional das Mulheres.

Ensino: Big Brother como propagador de discussões

Na modalidade Ensino (categoria Graduação), o trabalho agraciado foi: “Espaço Político no Big Brother Brasil: Repercussões sobre raça na edição 21“. As autoras Ana Luísa Mello Cariello Medeiros, Bárbara Pinheiro, Jéssica Morgenia do Nascimento e Lara Bernardes, sob orientação da professora Mariana Ramalho Procópio Xavier, detectaram os assuntos sobre a vivência negra, decorrentes de fatos do BBB, mais discutidos na rede social Twitter.

“O programa é pautado até por outras emissoras e na internet. Tem uma enorme força de difusão dos acontecimentos, e os posicionamentos dos participantes tendem a refletir a sociedade. O Twitter foi escolhido porque desde 2020 o BBB ocupa os trending topics (assuntos mais comentados daquela rede) quase o tempo todo”, explica Ana Luísa.

O grupo analisou três situações: o apagamento de raça de um participante; uma briga, em que ficou evidente a estereotipização do homem negro; e a associação de uma peruca de homem das cavernas ao cabelo Black Power de um dos participantes. As estudantes concluíram que o programa promove debates, apesar de não ser autor direto das falas. Suas pautas alcançam espaços externos e abordam questões como machismo, xenofobia e principalmente racismo. A partir do BBB, pessoas relataram experiências, divulgaram dados, protestaram e mostraram como atitudes que ocorrem em frente às câmeras não são isoladas.

A ideia do trabalho surgiu para a disciplina Comunicação e Política, diz Bárbara. E o grupo decidiu investigar o BBB justamente para desmistificar a ideia de ‘entretenimento fútil’. Era um material “diferente do que estávamos acostumadas, mesmo dentro do curso. Mas nos fez olhar de outra maneira para conteúdos de entretenimento”, aponta a estudante. E Lara reforça: “É um reconhecimento de que podemos, sim, fazer pesquisas e discussões relevantes já na graduação e levá-las para o cotidiano”.

A professora Mariana Procópio vê importantes implicações sobre o destaque no SIA: “O Jornalismo nem sempre é percebido como uma área na qual se faz pesquisa, sendo lembrado mais como técnica. Daí, essas premiações ressaltam que são feitas reflexões durante o curso – e demonstram o oferecimento de boas oportunidades (técnicas, teóricas e de formação cidadã) para os estudantes”.

Extensão: Projeto Inumeráveis

Destaque na Extensão, o projeto Inumeráveis UFV é um memorial on-line com histórias das vítimas fatais da covid-19 no Brasil. Trata-se de algo de âmbito nacional, e o projeto da UFV reúne os textos e vídeos produzidos por mais de 30 voluntários de Viçosa (na maioria, estudantes de Jornalismo, e dois egressos). O curso recebeu o convite de um dos idealizadores do memorial nacional Inumeráveis em 2020 e, na época, a coordenadora Kátia Fraga vislumbrou a contribuição para integrar a rede de colaboradores como uma oportunidade de colocar em prática um jornalismo com viés humanizado. O lema do projeto, nacionalmente, é justamente: “não há quem goste de ser número, gente merece existir em prosa”.

A proposta foi abraçada por dezenas de estudantes, incluindo Jéssica Morgenia, que representou a equipe no SIA: “Foi um projeto sensibilizador, inclusive emocionalmente, por estarmos em contato com famílias em luto. E por estarmos nós, também, vivenciando a pandemia. Esse reconhecimento é muito valioso, pois foi fruto de um esforço coletivo”, aponta Jéssica, que também é uma das autoras do artigo sobre o BBB.

Para a orientadora, professora Kátia Fraga, “Receber o prêmio de Menção Honrosa em Extensão pelo ‘Inumeráveis UFV’ foi o reconhecimento de um projeto de extensão sensível e desafiador que tive a alegria de coordenar, mesmo em tempos tão difíceis. Foi um grande aprendizado para todos os integrantes dessa equipe desbravadora, com constantes momentos de troca, de choros compartilhados, de emoção à flor da pele, e sobretudo do exercício do respeito ao outro, da solidariedade e de muito afeto e acolhimento, para colocar em palavras o amor e o luto de tantas famílias”.

Kátia Fraga reforçou ainda, a gratidão “por todas as pessoas voluntárias do projeto, aos parceiros do memorial, e aos familiares que abriram o coração para contar suas histórias para nossa equipe, dividir sua dor e fazer a homenagem por meio do Inumeráveis UFV”.

Mulheres na ciência

O anúncio da premiação, em março, foi próximo ao Dia Internacional da Mulher, e essa coincidência não passou despercebida pelas orientadoras: “Falar do prêmio no Dia Internacional da Mulher é uma emoção redobrada em função da dedicação e do empenho de nós, mulheres, em todos os campos do conhecimento, desbravando cada vez mais espaços numa trajetória em direção a uma sociedade mais igualitária. Vale lembrar que grande parte das pessoas voluntárias do Inumeráveis UFV foi constituída por mulheres, embora tenhamos contado com a importante contribuição de homens parceiros”, registra Kátia Fraga.

“Quando ofertei Comunicação e Política, propus um referencial teórico majoritariamente feminino e com discussões feministas, a fim de procurar promover pesquisadoras mulheres. Dados recentes da ONU e Unesco demonstraram  que menos de 30%  dos pesquisadores são mulheres. Então, há uma luta por conseguir uma equiparação das oportunidades, para que nós, mulheres, estejamos presentes em espaços de discussão acadêmica e de prática profissional. Por isso, o destaque desses trabalhos é ainda maior”, considera a Mariana Procópio.


© 2020 Universidade Federal de Viçosa - Todos os Direitos Reservados